08 agosto 2012

NA/DE MADRUGADA









Na/De Madrugada...
Quase sem vontade, sono sem dormência
De/Na madrugada/acordada
Ouço alarmes, latidos sem consequência
Na/De madrugada/hilarizada
Cantor de poesia recita o amor em decorrência  
Na/De madrugada/aveludada
Voz de tons, notas de evidência
De/Na madrugada/enluarada
Desabafo palavras em letras sem carência
Na/De madrugada/alongada
Suave fala, sublime querência
Na/De madrugada/adocicada
Emoção retida/contida ir-reverência
Na/De madrugada/renovada
Liberdade acentuada com toque de essência
Na/De madrugada/acalentada
Lua cheia em pose de eloquência 
Na/De madrugada com sono 'em' dormência
Purifico a saudade bendizendo a ausência...
Na/De madrugada/sobrevivente.




(Catita)






("E nunca me perguntes o assunto de um poema: um poema sempre fala de outra coisa." Mario Quintana)


27 comentários:

*Simone Poesias* disse...

Muito bonito!
É na/de madrugada que surgem os melhores poemas como este.

Bjinhos no ♥

✿ chica disse...

Lindo e gostei que tanto pode acontecer nas DE/Madrugadas e até bendizer a ausência... Saber valorizar o momento de paz... Linda!! beijos,obrigado pelo carinho sempre!chica

Rô... disse...

oi Catita,

as madrugadas me dão uma certa angústia,
prefiro os dias...
mas seu poema como sempre inspirador...

beijinhos

D. Garcia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Valéria disse...

Oi Catia!
Nas madrugadas quando o silêncio domina tudo muito se pode ouvir inclusive dentro de nós. Linda poesia!
beijinhos!

MARILENE disse...

Como são ricas as madrugadas inspiradoras! Não sabia que estava postando novamente. Fico feliz que tenha retornado a seu recanto. Bjs.

Marco Rocca disse...

Lindíssimo poema, com tons diversos para o rompante da madrugada. Parabéns poetisa!

Anne Lieri disse...

Que lindo esse poema!Na/De madrugada a lua espiando seu poetar!bjs e boa sexta!

Vera Lúcia disse...

Olá Catita sumida,

Pensei que você não estivesse mais blogando.

Continua brilhando na arte de poetar.
Adorei o poema!

Beijão.

Sandra Mitsue disse...

Oi Catia...
Lindo poema Na/De Madrugada...Adorei!Vim convida-la para o sorteio de 1o Aniversário do Denguinho da Nina....minha gatinha...Ficarei muito feliz com sua participação.
Beijos!
San...

Amapola disse...

Bom dia, querida amiga Catia.

Lindo!!
Sinto que as madrugadas fazem uma alquimia com a nossa essência.

Saudades.

Beijos.

Everson Russo disse...

A madrugada nos revela cores,,,sentimentos,,,aromas,,,pensamentos que nos levam longe,,,no infinito dos sonhos...belíssimo...beijos de bom final de semana pra ti.

Heitor Vilela disse...

... e É Na De-madrugada afora, quando e a poesia floresce pra acordar o dia.

Van disse...

Oi Catita

De madrugada em madrugada somos todos sobreviventes.

Beijos

Lua Negra disse...

Dª Cátia...
Que o brilho das "luas", sempre te ilumine e te inspire para as madrugas felizes;
Te acalente e acarinhe para as madrugadas sozinhas;
Te faça companhia, como uma boa amiga, para as madrugadas misteriosas...

Beijocas repleta de jasmim.
Dª Lua(rsrs)

Dilmar Gomes disse...

Catia vim aqui agradecer tua adesão ao meu modesto espaço. Obrigado por me seguir. Chegando aqui, de cara percebi que tu gostas de trabalhar a palavra, resultando dessa lapidação lirismo e musicalidade. Um abraço. Tenhas um lindo fim de semana.

Álvaro Lins disse...

Gosto das madrugadas...e dos teus poemas:)!
Bjo

AquilesMarchel disse...

meus poemas sempre saõ masi diretos menos rebuscados menos trabalhados e poemas como o seu tem que ser degllutidos aos poucos



o poema nao é oq autor escreve e sim o que o leitor entende

Aleatoriamente disse...

Oi catita.
Saudades de ti, e dos versos que encantam.

Bjinho.

Everson Russo disse...

Um belo sábado cheio de poesias e carinho pra ti minha amiga,,,,beijos e flores...

Toninhobira disse...

Na calada da madrugada,que as inspirações afloram,é lá que moram nossos ais,que espalhamos em versos belos,assim como aqui.
Saudades Catia.
Um carinhoso abraço amiga.
Bom domingo de paz e alegria.
Bjo.

Evanir disse...

Com saudades venho desejar um feliz Domingo,
tambem convidar você a partcipar do sorteio
de 2 livros meus .
Na lateral esquerda tem 2 selinhos
leve para seu blog .
Clik na imagem faz sua inscrição
dizendo já estou com o selinho no meu blog.
Quero participar do sorteio.
Lembre-se são 2 dois de Portugal
sendo que:um dos blogs colocou selo nos dois blogs
para sua participação.
Da 10 /09:012 é meu aniversário é um presente
e uma união entre amigos.
Além de contar com sua participação
será um presente de vcs para mim também.
São 2 livros um em cada blog vc pode participar
colocando os dois selos.
Beijos carinhos,Evanir..

Verinha disse...

E NA MADRUGADA QUE VEM OS ENCANTAMENTOS DAS POESIAS.BJS DE LUZ

Fátima disse...

" Purificar a saudade
bendizendo a ausência..."
Que eloquência vejo em seus versos.
Que alma linda e pura...
que doçura é você menina!
Um bj, minha querida
com carinho
da
Fátima

Misturação - Ana Karla disse...

Lindo Catia!
Me atualizar.
Xeros

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

É na madrugada que nos encontramos a sós com o nosso EU mais profundo e é nela que a poesia brota assim, maravilhosa.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

D. Garcia disse...

"Purifico a saudade bendizendo a ausência..."
(e o que pode fazer um verso bem inspirado como esse acima?!?!)


quero fazer do amor uma história bonita
quero pintá-lo de rosa e prendê-lo com laço de fita
quero dizer a você, que já é toda minha vida
quero fazê-la sentir-se muito amada e querida

ninguém nega o fato, ele já é toda verdade
que a ausência purifica e doura o melhor da saudade
bendizendo num poema assim é quase uma santidade
mas santo mesmo é viver ao teu lado, num mundo de felicidade.

DG

Adorei a construção do teu poema.
Um poema sempre fala de outra coisa? Mas nunca fala do trabalho que ele dá... e que parto fazer assim tão bonito!Parabéns!

Beijos meus.
(voltei aqui por este poema é muito especial pra mim)