21 junho 2012

Me dei, Me dou, Às vezes!







Na volúpia do teu êxtase
Embriagada no teu favo
Aspiro conspirando teu afago
Me delicio em teu refúgio
Troco o dito pelo feito
Sufoco-te em mim
Palavras me perdem
Soluços me ganham
Deliro ao longo de um abraço
Caos total do 'Não-Ser'
Dividida entre o dar e o doar...
Amoitada entre o ter e o poder ter...
Ganho minha sentença e me delato!
Ou me delato e me abstenho?
   Memórias de uma doadora...









24 comentários:

✿ chica disse...

Lindas doações essas na poesia!!beijos,tudo de bom,chica

Michelle Trindade disse...

Doar e receber o amor é sublime.. linda poesia!
Bjus e boa semana,

Leninha disse...

Lindo o teu poema,Catita...intenso,sensual e envolvente.

Bjsssss,
Leninha

Gisa disse...

Amo quanto entras neste universo poético.
Um grande bj querida amiga

Toninhobira disse...

Como relatar sem se delatar? Seria arte amiga?
Gostei da criação e construção.
Meu carinhoso abraço mineiro de flor.

Valéria disse...

Oi Catia!
Linda poesia nestes versos que se doam para rimar.
Beijinhos e um lindo fds!

Aclim disse...

"Troco o dito pelo feito"

Perigoso isto, mas...belo poema.

Abçs

Ivone Poemas disse...

Lindo versos poéticos que a nós, seus leitores, encantam, lindas doações grande poetisa!
Abraços e agradeço o amável comentario lá no meu espaço e a sua sempre bem vinda visita!
Beijos em seu coração!
Ivone

Maria Alice Cerqueira disse...

Querida amiga hoje eu vim agradecer o carinho de sua presença no meu cantinho, assim que poder virei com mais calma.
Um abençoado fim de semana.
Abraço amigo
Maria Alice

Bento Sales disse...

Olá, amiga Cátia!
Se tivermos autoconhecimento, saberemos o que fazer para sermos e fazermos o próximo feliz.
Autodoação de quando em vez é bom para autoestima.
Seu poema tem sageza, melopeia e logopeia.

Parabéns pelo talento poético!

D. Garcia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
O Profeta disse...

Vem escutar a música da noite
Vem sentir a vida num piscar de olhos…

Bom fim e semana

Mágico beijo

Álvaro Lins disse...

Um universo poético muito rico!
Parabéns!
Bjo

Thiago Almeida disse...

Também destaco o "troco o dito pelo feito".

Forte...

Muito bom!

нєllєи Cαяoliиє disse...

Lindezaaa!
Quanta alegria entrar no meu cantinho e ver um recadinho teu por láa...
To desanimadinha de blog,mas é tão bom ver o carinho que recebemos quando ficamos um cadin fora né?
Saudades tremenda de teus doces poemas,vou montar parceria com um amigo de blog,ai fico mais presente na blogosfera =)
Como estás?
Um beijo enooorme!

Paulo Francisco disse...

Catita! Cê é linda demais.
Um beijo grande

Rô... disse...

oi minha amiga,

quanta inspiração,
doar-se mesmo que seja as vezes tem que nos
proporcionar essa deliciosa sensação...

beijinhos

Maria Teresa Fheliz Benedito disse...

Acabei de chegar e já adorei tudo por aqui.
Que lindo seu poetar, simplesmente eu ADOREI...maravilhoso, voltarei sempre...beijinhos em seu coração

Ju disse...

Que lindo...
Adorei teus poemas...
Bjus!

ARTESANATO E RESTAURAÇÃO disse...

OLÁ CATIA!!!RETRIBUINDO A VISITA E TAMBÉM TE SEGUINDO!!!BEIJOSS E SEJA SEMPRE BEM VINDA!!!
SILVANA.

Verso Aberto disse...

doar é sempre criar
podar em si
semear o ar

belo poema
belo blog

abraçõs

Simone MartinS2 disse...

Boa noite Catia, quanto tempo?
Mas gosteri de te ver em meu blog., vim retribuir a visita.
Adoro quando as pessoas conseguem
manipular as palavras e criar esse
efeito poetico e intenso...Abraços

Marco Rocca disse...

Deveras primoroso poetisa. Aplausos!

D. Garcia disse...

me dei. me dou às vezes...
por vezes, medei!
por vezes, medou revezes
se sei, nem sempre sou
estou, não é amor
refúgio é perdição
pende, abala, desvela
interno fogo que revela
não satisfaz
só a ti, faz
querer-te bem
e quero sem
retirar nada de ti
porque assim fica bem
pertinho de mim.

Adorei teu poema!
Beijos meus.