18 junho 2012

Rasuras








Rasura no amor

Uma constante na emoção

Falhas de humor

Perdoadas são

Porém, as vozes do sensor

Agonizam um ser ainda são

Tatuagens na alma...

Essas são as que nunca apagam

Mantidas na vida em calma

Perpetuam o infinito e esvoaçam

Rasurar o amor, é passar o sentimento a limpo!








14 comentários:

✿ chica disse...

Linda,Catia!Profundas palavras! Um beijo,tudo de bom,chica

Anne Lieri disse...

Catia,rasuras de amor é passar o sentimento a limpo!Poesia sempre linda!bjs e boa semana!

Imac by Artes disse...

Amo ler suas poesias!
De vez em quando precisamos rasurar o amor pra passar o sentimento a limpo.
Muito lindo!
Abraços! Boa noite e uma terça radiante pra ti.

ValCruz disse...

CatitaAAAAAAA!! Não largo de ti não!!.. rs.

Bjs querida,

a gente se fala!

Leninha disse...

Oi Catita!

Lindo poema,repleto de sentimento.
Bjssssss,
Leninha

D. Garcia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
jose claudio disse...

Como uma luva pro meu momento.rsrs.
Adorei, Cátia. Grande abraço. paz e bem.

ღα૨gѳђ ખ૯૨ท૯૮ઝܟ disse...

[um resumo dos fatos...rs]


adorei.


beijo

Valéria disse...

Oi Catia!
Lindo e leve como as rasuras no coração que temos este dom de passar a limpo sempre.rss
Beijinhos e um lindo dia!

Nanda disse...

Palavras para quê? Gosto imenso do que escreves.Beijinhos
Nanda

Claudio Schmitt disse...

Boa noite passei para ler uma boa semana
Claudio Schmitt

MOISÉS POETA disse...

O amor esta sempre á espera de um poema ...

Beijo grande , Catia !

Ives disse...

Linda poesia. Falhas são perdoadas, mas não esquecidas! abraços

Aclim disse...

"Tatuagens na alma..."

Só nós sabemos delas.

Abçs