09 setembro 2012

A-Braços que abraçam












Visitei o mundo do sonho e caí em teu abraço

Me aprofundei na reviravolta do meu eu e caí em teu encalço

Tentei fugir da realidade e me achei dentro dos teus a-braços!

São a-braços que me acolhem e me envolvem

São a-braços que, sem sufocar, me prendem 

São a-braços que eu quis encontrar

São a-braços que eu esperei...

São a-braços que eu quero...

São braços que me abraçam!

















28 comentários:

Mery disse...

Que lindo, Cátia!
Abraços que esperamos "que queremos... são dádivas divinas.
Amei essa "poesia simples, mas diz tanto.
beijo
boa semana pra ti

Luís Coelho disse...

Gosto muito destes sonhos, destes abraços que nos apertam e nos afagam de tantas recordações.

Aleatoriamente disse...

Nesse abraçar vamos seguindo, cheios de energia né?
No abraço contém calor, carinho, cuidados.
Lindo esse abraço aqui.

Beijinho Catita

✿ chica disse...

Esse é o abraço que precisamos.Pra mim é o que une os corações...beijos,linda semana,chica

Ives disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
D. Garcia disse...

Quando um braço nos vem ao encontro para nos acolher, para doar e receber o mais puro dos sentimentos
Quando um braço nos enlaça e envolve, nos protege e conforta;
Quando um braço que vem do outro chega a ser praticamente a extensão do nosso corpo
Nesse momento, esses braços que não subjugam, mas acalentam
Mostram-nos que o abraço não é apenas de um outro, mas é de todo o seu espírito, sua alma e seu coração;
Nesse abraço achamos todo o nosso mundo enorme de sensações e prazer;
É o sentimento puro de alguém que nos quer tanto bem.

Catita, querida, é disso que te falo quando digo da beleza dos teus versos singelos; uma estrofe curta, um poema imenso! A dimensão da emoção que você consegue transmitir é universal!
Adorei!
Beijos meus.

Guaraciaba Perides disse...

felizes braços que te abracem!
Um abraço

Assis Freitas disse...

braços e laços,

beijo

ღα૨gѳђ ખ૯૨ท૯૮ઝܟ disse...

"abraça o meu abraço e abre aspas e couraça e casaca e roupa até o polpa o nervo a voz antes da boca aonde a mesma brasa ilesa siamesa dorme acesa embaixo dágua abraça o breu do meu abraço e sua o seu no meu suor na nossa massa mancha que absorve engole goma o seio soma o seu no meio meu aberto peito perto alcança o céu no vôo cego que amalgama à nossa sombra a escuridão que orbita em volta cruza a curva de um contorno que devolve ao mesmo a sua carne pele em forma líquida abraçada nesse agora que me abraça e que me abraça e que me abraça e que me abraça"
Arnaldo Antunes

[contém 1 beijo]

Mateus Medina disse...

Há sensações que só um abraço consegue passar... e tão boas são, não é, quando as encontramos nesses desejados abraços?

Um beijo... e um abraço!

Kellen Bittencourt disse...

Olá nova amiga, um abraço bem apertado p uma amizade que está surgindo! abraçosss

MARILENE disse...

Que beleza de versos, Catia! No real e no sonho, os braços que nos abraçam nos encantam. Bjs.

Anne Lieri disse...

Ai,que abraço gostoso nessa poesia,Catita!Parabéns pela doce inspiração!bjs e boa semana!

Ana Bailune disse...

Que bonito, Cassia! Deixo aqui o meu abraço.

AquilesMarchel disse...

me abraça e tira esse nó do peito

Bento Sales disse...

Amiga Cátia,
Cair nos braços e sentir o abraço de que amamos é catarse, é indelével é, enfim, felicidade.

Poema de grande beleza e valor poético.

Abraços do amigo!

Lola disse...

Que lindo, guria.
Amei!
E me lembrei de uma poesia
que eu escrevi um dia
sobre o abraço.
Coloco aqui
Só pra compartilhar abraços:

Quanto abraço!
Tanto abraço forte!
Sorte a nossa
Ter tanto laço
Que nos une
Tanto braço
Que nos abraça
Que nos enlaça
Que nos faz tão bem
Que faz tão bem pra saudade

Acabamos com a saudade
Mas aumentamos a vontade
De nos encontrar mais
Para mais abraços
Para mais laços
Pra mais passos
Iguais e desiguais

sempre mais abraços...

Valéria disse...

Oi Cátia!
Que lindos versos! Ah, que bom se sentir envolvida por estes braços que realmente abração!
Beijinhos e uma semana de alegrias!

O Profeta disse...

Sou um devoto fazedor de sonhos
Um homem que segue o destino
A minha sombra nem sempre me acompanha
Nem sempre acredito haver um ser divino

Nem sempre acredito que há coisas para acreditar
Nem sempre uma viagem tem um feliz fim
Já acreditei no imenso do sentir de gente
Que me disse sentir tanto por mim

São tão perfeitas as flores
Não morrem, apenas se despem das cores
Sou tão imperfeito nesta forma humana
São tão estúpidos certos sentries

Mágico beijo

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

Hoje passando para oferecer o meu selinho de 3 anos de blogue,uma fatia de bolo e uma taça de champanhe e agradecer o vosso carinho que foi o que me fez chegar aqui.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Lourdinha Vilela disse...

Nada mais precioso do que receber o abraço de quem a gente sonha abraçar.
Que você recebe muitos abraços verdadeiros, Cátia
bjs.

Lola disse...

Bem vinda, irmã de poesia!

Crista disse...

Bem vinda em meu blog e em meu coração!

Silvia Ordonhes disse...

Quanta sensibilidade!Linda!
Sinta-se abraçada por mim
Parabéns!!!

http://artesanatosemtrico.blogspot.com.br/

Silvia Ordonhes disse...

Amar...
Apoiar...
Confiar...
Confraternizar!!!
Obrigada Cátia,bom descanso e
linda noite!!!

ediney santana disse...

e quanta poesia cabe em um abraço ...

Sandra Mitsue disse...

Oi Catia...
Que lindo! A-Braços pra você. Amei!Ótimo Domingo!
Beijos!
San...

Verinha Portella disse...

"São a-braços que eu quis encontrar

São a-braços que eu esperei..."

Que coisa linda,maravilhoso poema.

Parabens...amei.

Beijos carinhosos
vera portella