21 agosto 2012

Menina-Laranjeira















Balança a folha da flor de laranjeira
Suave cheiro incendeia a eira
Palpita os sentidos com ou sem beira
Menina ao redor alardeia um sorriso de face/faceira

No intimo aguça o prazer um beija flor
Corre/escorre o mel, vibra na cor
Exala aromas e precede odor
Semente de gente dissipa calor

O garoto sem colo chora
Esvoaça os dizeres quando ora
Na alma aflita uma luz aflora
No auge de vida a evidência revigora

Benfazeja na ira a parte tua!
No ser belo uma bênção com o amor compactua!
Enfeita o céu com brilho a Lua!
Do âmago sorrindo/sofrendo faz a fé, em mim, nua!


(Catita)











("E nunca me perguntes o assunto de um poema: um poema sempre fala de outra coisa."
Mario Quintana)



















19 comentários:

D. Garcia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ives disse...

uaul, que linda poesia, de fazer viajar e sonhar! abraços

Ana Bailune disse...

A minha laranjeira está cheia de flores, e quando posso, coloco uma cadeira perto dela e me sento, fico sentindo o perfume... tirei algumas fotos, e quando der tempo, escreverei sobre ela. Adorei seu poema!

End Fernandes disse...

Também acho! =D
Um poema sempre fala outra coisa kkk
Um Beijo Catia!
End Fernandes

Valéria disse...

Oi Catia!
Que lindos versos com rimas diferentes, amei! Um sonho em for!
Beijinhos!

Imac by Artes disse...

Que poema belíssimo!
Amei! Minhas laranjeiras estão floridas, espalhando um aroma inconfundível... Ao vê-las vou lembrar-me de ti.
Abraços e uma linda tarde.

silvioafonso disse...

.


Só nos dias 23 de cada mês
eu posto no Bar do Escritor,
portanto te espero amanhã.

http://bardoescritor.blogspot.com

Um beijo,

silvioafonso






.

Claudio Schmitt disse...

Boa noite Catia Bosso lindo poema um abraço Claudio Schmitt

Leninha disse...

Catita querida,
Teus falares e poetares me encantam pela beleza,pela ternura e pela leveza.

Muito delicado o teu poema,como organzas,rendas e tules a enfeitar uma noite de sonhos.

Bjssssss,
Leninha

Alexandre disse...

Que delícia de laranjeira!
sabor de menina danada,
de pés descalços a saltar
por entre as flores.
Numa mão, a sebe da laranjeira; na outra, a mão que segura a saia espremendo o sumo da laranjeira.
Lindo, Lindo!!!
Alexandre Pedro (libera meu coments ae!)

✿ chica disse...

Lindo poema e linda menina laranjeira...Aguça o lindo beija flor...

Adorei!beijos,ótimo fds!chica

Álvaro Lins disse...

Excelente poema: gostei da linguagem utilizada!
Bjo

Anne Lieri disse...

Catia,que graça essa menina laranjeira!Sempre um prazer te visitar!bjs e meu carinho,

Felisberto Junior disse...


Olá!Bom dia!
Tudo bem por aqui? Catita!
...você foi mais rápida!Costumo "marcar" os links e depois venho com mais calma!Mas, qual foi minha surpresa quando te vi no meu blog!
Obrigado pelo carinho da participação!
concordo com Quintana...poemas são textos únicos e não cabe interpretações extensivas, sob pena de fugir completamente da proposta do autor, pois insurge na experiência única de quem as escreveu...mas que seus versos são delicados e suaves como uma menina e exala perfume de flor de laranjeira...ah...e com um estilo singular de poetar...
Obrigado!
Boa semana!
Beijos

Sou uma bruxinha do bem!! disse...

Olá adorei seu blog,tem muita coisa bonita aqui bjs.

Lourdinha Vilela disse...

Que belo "A Semente de gente dissipa calor ". Suave seu poema,adorei.
Uma linda semana Katia.



Vera Lúcia disse...


Olá querida,

Sempre lindo seu poetar.
Adorei revê-la em meu recanto.

Beijo.

#*Marly Bastos*# disse...

Eu nunca pergunto... Creio que um dos cheiros mais inebriantes é da flor de laranjeira, tanto quanto de uma menina brejeira...
Quintana sempre cruel com suas observações maravilhosas e ele ainda diz que "Quando alguém pergunta a um autor o que este quis dizer, é porque um dos dois é burro".
Bem, o que sei é que quando lançamos a palavra ela já não nos pertence, pois em cada mente ela é captada e processada de diferentes maneiras...
beijokas doces querida e uma semana maravilhosa

Toninhobira disse...

Construção faceira para a menina laranjeira,que a gente logo ama.
Bela inspiração Catia.
Abraços.
Bjo.