10 agosto 2011

Arqueiro Triste











Varão astuto busca sua dama
Hostil saudade, ao leme aclama.
Arremessa a lança em plena lama...

Jaz contente a viúva errante
Assemelha-se ao estrondo do berrante
Arqueiro firmemente maneja seu arco em terra de gigante!

Brame a vida
Ruge a morte
Cristão se prende
Em luz e sente

Mão na cruz ao 'Pai'  palpita!
Segue cego, o fogo do sangue crepita!









14 comentários:

Simone MartinS2 disse...

Boa noite...nao sei como consegues essas palavras atemporais, acho incrivel...bjin

Asas da Ilusão disse...

Inspirada hem amiga...nossa! Amei!
bjkas, boa semana!

Leninha disse...

Que maravilhaaaaa,amiga Catia...tua inspiração não tem limites...
Bjssssss,
Leninha

F.H.Canata disse...

Olá cat!!

Tuas palavras, como sempre inspiram ao sentimento mais quieto, fazendo com que este, levante-se e encontre o caminho para existir-se.

Sempre viajo com suas poesias para um mundo fantástico e inimaginável!


Um abraço e boa noite!

Canata

Rô... disse...

oi Catita,

penso que você está pronta,
não é mais uma aprendiz...
parabéns,amiga

beijinhos

Gisa disse...

Gostei demais!
Um grande bj querida amiga

Sonia Guzzi disse...

Abraço-te também.
Tenha um dia borbulhante de...palavras.

Em divina amizade.
Sonia Guzzi

silvioafonso disse...

.


Estou nas últimas. Agonizando,
morrendo de saudades...

silvioafonso






.

Raíssa Soares disse...

Belo, belíssimo seu poema. Devaneios aguarda sua visita sempre. Beijo!

Bento Sales disse...

Cátia, você aqui canta em metáfora a volúpia de dois entes em momento mágico num colorido eufêmico e poético.

Parabéns pelo talento!

Abraços!

A.S. disse...

Cátia,

Uma delicia te ler!

Beijos,
AL

Aclim disse...

De primeira linha einh amiga.

Abraço

Toninhobira disse...

Não sei porque mas senti uma pontada de Pessoa amiga.Alta inspiração, aplausos meus todos a voce.
Bju.

Anne Lieri disse...

Catia,reflexivo e belo seu poema!Metáforas do amor!Sempre lindo!Bjs,