31 julho 2011

Solidão








A felicidade um dia bateu à minha porta
E com rispidez, eu não a deixei entrar.
Certa vez, com medo de não mais encontrá-la, fisguei uma depressão
Receosa  de não mais sair dela, fiz um círculo com uma música ao centro 
e procurei dançar conforme o ritmo, sabe qual é o nome dessa melodia?: SOLIDÃO...

Nunca subestime uma solidão...
Porem, não seja dela, um amigo assíduo...







(Apenas um texto, não quer dizer que seja meu estado de espirito, mas respeito todo aquele que queira dar guarida a momentos de reclusão/solidão. Desejo uma semana iluminada pra todos vcs, meus queridos!)




34 comentários:

Paulo Francisco disse...

Fiquei aqui imaginando os meus textos e a bipolaridade existente neles. Não, não carece de explicação. Você é uma poeta que utiliza os mais diversos assuntos e momentos para criar. Não é mesmo?
Gostei deste texto. Reflexivo, bem reflexivo.
Um beijo grande.

Meire disse...

Catita querida, acho que estar solitário algumas vezes é uma necessidade do ser humano, mas entregar-se a solidão que traz tristeza é a treva né?!!
Belas palavras flor de maracujá!!

Boa semana pra ti e pra sua cria linda,
bjokitas mil :)

✿ chica disse...

Linda inspiração,Catia! Uma semana linda!beijos,chica

Will disse...

Olá Catita,

A solidão é uma música que nos faz dançar conosco mesmo. Mas, é como você disse, tem horas que sentimos falta de um parceiro para compartilhar os passos.

Ótima semana!

Ivone Poemas disse...

OI CÁTIA, O POETA VIVE TODAS AS VIDAS EM UMA SÓ PESSOA, POR ISSO QUE SE DIZ POETA, POESIA DA VIDA!
POETIZAR A VIDA É SER SENSÍVEL E INTERPRETAR TODOS OS SENTIMENTOS!

"O POETA É UM FINGIDOR, FINGE TÃO COMPLETAMENTE QUE CHEGA A FINGIR QUE É DOR A DOR QUE DEVERAS SENTE" FERNANDO PESSOA.

ABRAÇOS.
IVONE POEMAS
HENRISTO.BLOGSPOT.COM

Simone MartinS2 disse...

Boa noite, adoro as danças solitarias, mas prefiro as danças de rosto colado, junto de meu amor, suados e terminados sempre com um bjin...fique com DEUS!

Raquel Amarante disse...

É... A solidão não é nossa melhor companhia, mas há mesmo os momentos em que tornamo-na mais aceitável.. Mais poesia.. Bjo Cátia

Edu Lazaro disse...

Certos amigos assim são traiçoeiros mesmo!

Paula Moraes disse...

Oi Catia, não é muito bom dar as mãos a solidão para não acabar por ter como amiga a depressão...=)
Vi que esse texto não define seu estado de espírito...Que bom!
Boa semana,
Bjs

Artes e escritas disse...

Cátia, ainda hoje falei sobre a necessidade de discernir entre o poema e o poeta. Um belo poema esse sobre a solidão, mas que não significa o seu estado de espírito. Aprovadíssima no contexto. Um abraço, Yayá.

Bento Sales disse...

Cátia, temos sempre que ficar atentos, pois dizem que a felicidade e sorte só bate à nossa porta uma vez. Já a solidão, como diz meu amigo Phelipe, do blog Caixa de Pandora, é uma companheira fiel.

F.H.Canata disse...

Oi Cat querida!

A solidão deve ser usada sempre como inspiração, mais nunca ser considerada como uma amiga. Estar só, pensar na vida, em si mesmo, nas escolhas e caminhos, tudo isso às vezes é necessário. mais devemos sempre nos doar ao amor sem medidas para com aqueles que sempre estão por perto e nos ama de verdade, mesmo que a gente demore para perceber isso.

Linda esta sua inspiração. Este seu dom de escrever é algo sempre me fascina!

Um grande abraço!
Canata

Ma Ferreira disse...

Catia...e sua filhotinha artista? ta bem?

Olha..parabenizo vc pela versatilidade com que vc escreve.

Hj falando da solidão, Que muitas evzes é bom para fazer-mos uma auto análise.
Mas que ela não permaneça né??

Bjkas..boa semana!!

MA

Imac by Artes disse...

Catia querida!
Amo suas poesias...Tens muita inspiração é o que as torna deliciosas de ler.
Abraços e uma semana abençoada e feliz pra ti.

Van disse...

Solidão, só se for pelo tempo de reorganizar a casa em quietude.

Boa semana Catita!

Janaína Pupo disse...

É amiga, a ultima frase disse tudo!
Beijos e ótima semana, minha linda.

Aclim disse...

Catita...Catita, quem me dera poder escolher estar assim ou assado...rsrsr

Dias vem em que a alegria me entorpece e em outros a solidão me adoece.

Abraço amada...lindo poema

valquiria silveira disse...

Bomm diaa...Não permita que alguém venha lhe roubar os seus sonhos.Este mundo está repleto de pessoas que terão um imenso prazer de lhe falar que os seus sonhos nunca poderão se concretizar.Elas irão lhe zombar porque você tem demonstrado uma ousadia e determinação de sonhar grandes sonhos. As pessoas poderão questionar a sua insanidade mental simplesmente porque você está determinado a alcançar os seus alvos. Não ignore essas pessoas, mas – decididamente – ignore as convicções delas.Lute pelos seus sonhos!!! e vença … e seja feliz!
Deus lhe abençoe muito neste dia!Uma semana lindaaa com muita paz bj!

Marly Bastos disse...

A solidãonvio é irmã da tristeza e prima em primeiro grau da depressão... São parentes próximas, e quando juntam forma um trio avassalador!
Beijokas doces.
Estou em um novo cantinho quando der dá uma visitada.
http://palavrasaobelprazer.blogspot.com/

Tatiana Kielberman disse...

Querida...

De certo modo, concordo com você! A solidão é necessária, em alguns momentos, para dar valor à vida e a tudo que ela nos proporciona...

Mas não podemos mesmo ser assíduos a esse sentimento!

Amei!

Te mandei um e-mail, você recebeu?

Beijos!

Paulo Henrique disse...

olah td bem com vc?
pois eh eu jah estive com essa tal solidao, não é um lugar bom para se ficar mais as veses é uma nessecidade para vc abrir seus olhos e seguir sua via em frente bjuss minha linda te mais

Vera Lúcia disse...

Olá Catita,
Solidão é desesperança. Que não nos acometa este mal, pois dele decorre muito sofrimento!
Ela somente é válida para um breve recolhimento, com o objetivo de reorganizar o nosso interior.
Beijos.

Drisph disse...

Olá!!! A solidão as vezes é companheira quando nada mais nos resta... passando para sentir o astral daqui, e lhe desejar uma bom inicio de semana, e dia 10 está chegando, e com ele desejo-lhe a sorte de levar para a tua estante um dos nossos livros lá do O diario de uma poetisa, dos novos autores.
Estou com post no meu blog, esperando por sua espiada, é do livro que acabei de terminar.

Cacá - José Cláudio disse...

Oi, Cátia. O texto abaixo é um trecho de uma crônica que escevi há muito tempo a esse respeito (chama-se À GUISA DE SLIDÃO)

As formas como as relações humanas se estabelecem costumam esvaziar alguns conceitos ou então enchê-los de significados de tal forma que o próprio conceito fica confundido. Liberdade, solidão e felicidade são três estados da alma que bem poderiam compor, junto com o tempo, o universo das relatividades. Quase nunca sei definir essas coisas com muita propriedade. A solidão que me acomete de vez em quando é uma escolha que faço por necessidade de reclusão para elaborar alguma forma de me sentir colocado no mundo. O mundo não se adapta a ninguém por mais poderoso que seja o sujeito. A própria subjetividade elimina essa possibilidade. Isso, não creio que contagie ninguém. A minha felicidade não passa de um estado de alegria do espírito e já notei que, se bem cuidado pode ser duradoura. Minha liberdade é poder sonhar, ir e vir. E uma certeza quanto ao meu pensamento: ele é inexpugnável. Contagioso é mau humor.

Um grande abraço e ótima semana.

* Verinha * disse...

Com certeza não devemos nunca permitir que a solidão faça moradia permanente em nossa vida!

Catia,
passando para uma breve visita e para deixar um grande beijo em seu coração!

Verinha

Su disse...

moça poetisa...

gostei muito da reflexão...
em algum momento todos nós por alguma razão nos colocamos diante da solidão, ou ela mesma "em pessoa" se apresenta pra nós...

a força de sair dela é outra história...

e sabe o que eu acho, às vezes é tão bom ficar um pouco só, sair do cenário populoso e rever um pouquinho a vida...


Beijos moça querida e lindo mês!!!


Su.

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Catia
As solidão às vezes é uma boa companhia, mas nem sempre.
Voltei.
Obrigado pelo carinho.
Bjux

Sonhadora disse...

Minha querida

por vezes a solidão é boa para nos encontrar-mos com o nosso eu mais profundo.
Adorei a reflexão e deixo um beijinho com carinho.

Sonhadora

Bricio Cruz disse...

Solidão... triste e ao mesmo tempo as vezes se faz nescessária.

Aleatoriamente disse...

Concordo Catia.
Passei para te deixar um beijinho e claro, matar a saudade.
*
Beijinho

Milla Pereira disse...

O pior é que, quanto mais pensamos em solidão, mais ela se aproxima. Belo e triste poema, amei, minha linda! Bjs com carinho.

Rafael Castellar das Neves disse...

Aprendemos as coisas às duras custas...mas aprendemos, e isso é o que importa!

[]s

Idéias de uma mente inquietante disse...

oi linda!obrigada pelo elogio no blog!vc é uma querida!!!
nossa me identifiquei com o poema de hoje..
eu mesmo n sendo amiga assidua da solidão, de vez em quando gosto dos momentos de solidão, de ficar em reclusão com meus pensamentos..
beijossssssss

Mural dos Dias disse...

Simplesmente inebriante!... parabéns pelo Blog!!... Meu fraternal abraço, Walter Pantoja Teixeira (mural dos Dias)