11 dezembro 2012

Ainda matuto














Sob uma lua de propriedade 'cheia', há envoltura
No mais recôndito auspício benévolo, há ventura
Em tom fabuloso e erudito tudo fica sem censura

Avisto o mais tímido e o mais pervertido
Sinto o que é proibido e admiro o que é permitido
Na luta do querer o que vale é o incontido

Faz semente aquilo que prospera do individualismo
Ao recrear-se tira-se do justo o fatalismo,
E sente orgulho o menos favorecido em realismo

Rendei poder e dádiva  ao cético, (porém justo)
Rendei graça e ardor ao criativo, (porém astuto)
Rendei, enfim, amor /e/ sem-pudor ao que se sente menos matuto, (porém ainda matuto)









(Matuto: adj. e s.m. Que ou quem vive no mato; habitante do campo; sertanejo.
Relativo ao campo; do mato.
Bras. (N) Acanhado, tímido; cismático.
S.m. Bras. Roceiro, caipira.
Indivíduo ignorante e ingênuo.)








23 comentários:

Martha Marquez disse...

Precioso poema, Catia!
Passei para convidar vc para ler meu post do dia de hoje, 11/12, do meu blog! É um testemunho!
Bjeijos,
Martha

#*Marly Bastos*# disse...

Matutar faz parte da vida e que cada um nos seus conceitos e personalidades tenham-se rendido ao que aprouver.
Bjks doces Catia.

LUZ disse...

Oi, Catia, querida!

É, foi matutando que você conseguiu construir um poema dessa envergadura.
Texto poético muito social e crítico e quem quiser, pode continuar matutando, pois encontrará, sempre, novos conceitos.

Obrigada pela sua visita e votos.

VOS DESEJO UM FELIZ NATAL E UM EXCELENTE ANO DE 2013.

Beijos da Luz, com carinho.

PS: que é feito de Daniel, seu amor? Está tudo bem?

Por Amor disse...

Muito lindo e verdadeiro Catita querida você em tudo que escreve me presenteia com a beleza da forma própria sua de perceber a vida ...eu amo isto um beijo Pedro Pugliese

Rô... disse...

oi catita,

já disse mas é sempre bom dizer de novo:
sou sua fã,
muito bom te ler...

beijinhos

D. Garcia disse...

Quando se quer realmente algo, a vontade deve ser incontida; deve buscar no recôndito da alma o sentimento mais bonito; deixá-lo aflorar, crescer e multiplicar.

Lindas palavras, lindos versos, Belo poema, Catita Querida!!!

Beijos meus nos teus, Amore mio.
Sempre
Teu.

Vera Lúcia disse...


Construção interessante, Catita.
Muito lindo.

Belo dia!

Bejim.

ᄊム尺goん disse...

Vc matutando e eu voltando...rs

beijo

Nilson Barcelli disse...

É um poema bem matutado...
E, que ao ser lido, se tem que matutar com cuidado, pois o risco de interpretar mal o que dizes é significativo.
Porque o poema é mesmo um poema e, para além disso, é muito bom.
Beijo, querida amiga Catita.

Van-Ivany Fulini Sversuti disse...

Lindo e sábio poema!
Curto muito teu jeitinho de escrever!
Deixo o meu beijo carinhoso, meu desejo de feliz natal e felicidades completa no ano vindouro.
Beijos
Ivany

Wanderley Elian Lima disse...

Oi Catia
Belo poema. Quem foi matuto, sempre será matuto.
Bjux

Bia Hain disse...

Catia, encontrei em seu poema delicadeza, simplicidade e força. Muito bem escrito! Um abraço!

R. R. Barcellos disse...

Poema em compasso ternário, onde as palavras dançam em versos um minueto...

Bonito.

Integral de Mim e de Meu Tempo disse...

Construção interessante como disse a Vera Lúcia... rimas ricas e muito bem arquitetadas..
Coisa de poeta talentosa....

MARILENE disse...

Matutou com maestria. A justiça e a astúcia também vivem dentro do matuto.
Catia, tenha um Natal de muita luz, vivenciado em clima de paz, amor e união. Bjs.

Silenciosamente ouvindo... disse...

Sempre excelente poesia no seu
blogue.
Venho desejar a si e sua Família
um FELIZ NATAL.
Bj.
Irene Alves

Jeferson Cardoso disse...

Lindo Catia!
A propósito, aceite meu convite e venha ver o texto de número 292 de minha literatura amadora. >>> HEMATÓFAGO no http://jefhcardoso.blogspot.com lhe espera. Abraço e bom final de semana!

Verinha Portella disse...

Catita,que saudades!
teus trabalhos cada vez melhores...Parabens,querida.
vera portella

Toninho disse...

Gostei da estrutura Catia e este jogo ficou perfeito para entender a persistencia, o querer que vivifica.
Lindo amiga.
Bom fim de semana com todas alegrias do bando,rsrs.
Um abração.
Bjo

LUZ disse...

Oi, Catita!

Eu sabia que não tinha post novo, mas passei só pra lhe desejar um bom domingo e uma excelente semana.

Estamos quase, no Natal, mas antes, a gente se contata.

Beijos da Luz.

Dorli disse...

Oi Catita
Passei só pra dizer boa noite
Lua Singular

Ateliê Tribo de Judá disse...

Olá Catita,
muito gostoso te ler,
é sempre lindo vir aqui.
Beijinhos e desejo uma semana cheia de sorrisos,carinhos e inspirações.

ah! que bom que gosta das telhas, eu estou aprendendo rssss

Beijinhos
Joelma

Bicho do Mato disse...

Olá amiga, tudo bem? Passei para
fazer uma visita ao seu blog e
aproveito para convidá-la a dar uma
folheada em dois livros que estão
publicados em meu blog.
Os livros são de autoria de dois
amigos, um livro é de poesias e o
outro conta a história da minha
cidade (Jandaia do Sul).
Desejo a você um 2013 com muito
sucesso, saúde e felicidade.
Abraços do amigo Bicho do Mato.