02 junho 2011

Temperatura Censurada






Mãos e pés ávidos de calor
Sempre em temperatura emocional...
Lábios se entreabrem em pranto e verso,
Súplicas de um passado que se foi.
Olhos despertos em brilho de louvor,
Coração liberto em devoção de amor.
Suave fervura de sentimento pulsante,
Censores fixos em ar verdejante,
Lanço alto o grito em socorro errante,
Corro em ritmo de movimento flutuante
Enfim, sigo em frente cadenciada por ritmo dançante!










36 comentários:

Sonhadora disse...

Minha querida

Um belo poema...seguir sempre em frente, mesmo que por vezes apenas sorrindo por fora.

Adorei o poema e deixo um beijinho com carinho.
Sonhadora

Poema as Bruxas disse...

Poesia e musica...

Me vi dançar em seus versos.

linda posia beijos.

♥♥♥Ani♥♥♥ - Cristal disse...

"Lábios se entreabrem em pranto e verso... Súplicas de um passado que se foi."

Que lindo seu poema Cátia, maravilhoso poder te ler logo pela manhã...

Grande beijo e que seu dia seja cheio de amor.
Ani

Majoli disse...

Essa temperatura censurada, é por demais de gostosa.
Poema delicioso, me deu vontade de estar nos braços de alguém que tanto amo.
:(

Beijos de um delicioso dia para você, querida Catita.

Ma Ferreira disse...

Oi Katia..lindo poema!!
Na vida é dançar..dançar..e dançar..
Vc me fez lembrar do filme Dança Comigo..
Lindo..
Bjkas
Um lindo dia vc..
Hj postei no Tessitura.
Ma

нєllєи Cαяoliиє disse...

Que esta dança seja sempre leve e revigorante assim...
Beijo,Cá.
Linda Quinta-feira pra ti!

Monalisa Macêdo. disse...

Belo poema, encantador. Parabéns !

Su disse...

Cátia, belíssima... um friozinho e tanta inspiração... Linda poesia, com sempre palavras fortes e imagem harmoniosa, completando o significado...

Viajo aqui...

Lindo!

Beijinhos e um super dia pra ti!

Meire disse...

Catita, minha flor e é no ritmo da música que temos que viver a vida, dançar conforme ela!!!
Estava vendo que nos posts relacionados a este, tem um que tem sua filhota, Lívia, muito linda ela *-*
beijinhos e brigadeiros pra vcs duas (amei essa criada por ela rsrs)

Idéias de uma mente inquietante disse...

nossa que lindo poema..
voltei hehe
seus poemas me lembram um tempo gostoso, da adolescência que todo recreio eu ia p a biblioteca e entre mtos livros que li, um que tinha meu carinho especial eram os de poemas.
de shakespeare a drumond...
beijos

Poesias Partidas disse...

Nossaaaaa, que lindo! Me deu uma vontade louca de dançar assim, até sorvi o calor que essa dança me fez passar, parabens Cat, cada dia melhor né? És mesmo uma poeta fascinante de palavras cativantes e quentes. Quanto ao teu comentário, eu até que ia tirar o símbolo do timão, foi um teste que eu fiz e deu certo, mas recebi pedidos para não tirar, então vou deixar mais algum tempo, tá? Rsrs.
Ontem, eu e minha amada íamos responder juntos ao teu comentário, porém o sono atacou feio e fomos dormir, sabe, a batalha do dia, trabalho, essas coisas, porém não te esquecemos. Apareça sempre querida. Um grande abraço fraternal e poético e um lindo dia para você.

Maraux...rsrsrs, legal isso!

Nel Santos disse...

O que é a vida e o amor senão uma eterna dança?

Lindo poema!Bailante...

beijos!

Vilmar Barros de Oliveira disse...

A temperatura subiu com esse seu poema.
beijo.

Sobre o Tempo disse...

Oi Cátia! Obrigado pela visita. Dei uma passadinha pra ler suas poesias.

Marly Bastos in "palavreados ao vento" disse...

Adorei essa dança quente!
Beijos e uma tarde maravilhosa pra você Catia.

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Catia
Um belo poema com rimas e ritmo, como uma música. Amei.
Bjux

Célia Gil, narciso silvestre disse...

Obrigada pelo comentário gentil que deixou no meu blog. Também gosto muito da forma como escreve e de ler os seus textos! Este é de uma sensualidade invulgarmente bela! Parabéns!

Elisabete Lira disse...

Seu blog é muito interessante...
Estou te seguindo.... Tenha um Lindo Dia!
Siga meus Blogs: http://cartasdeumcoracao.blogspot.com/
E http://deusemminhaalma.blogspot.com/

Cacá - José Cláudio disse...

Vim apresentar meu louvor a esta maravilha. Abraços. paz e bem.

Vilmar Barros de Oliveira disse...

Ah...quando a temperatura sobe, não há reza que apague o incêndio que lambe as almas que se amam.
Lindo poema!
Beijo.

Toninhobira disse...

Como um lindo passe de dança, a graça de um poema inspirado.
Parabens Catia.
Bju.

Poeta Insano disse...

Olá Catia!
''Coração liberto em devoção de amor''.
Um coração livre é ter toda essência do sentimento consigo,
de todos os gostos e desgostos.
Bela poesia!
Um abraço!

Will disse...

Oi Catita,
vim aqui deixar um abraço com carinho para você.
Parabéns pelos versos.

Acácia Azevedo Studio Pottery disse...

Olá Cátia, lindos versos, belo poema com o ritmo acelerado e intenso de uma vida tango ou flamenco. Parabéns! Bjs!

F.H.Canata disse...

Cat querida!

Esta sua poesia, é como um tango argentino dançado por um casal de amantes numa noite de inverno em Buenos aires!
É Puro Fogo Apaixonado!

Um presente a mais para esquentar minha noite!!


Abraços;
Canata

OceanoAzul.Sonhos disse...

Belo poema. Palavras, dança, cumplicidade sensual.
Grande abraço
oa.s

Meire disse...

Catita, acho que é essa minha cara de meiga, meigalinha kkkkkk brincadeiras a parte, vou combinar uma coisa, agora toda vez que vier aqui vou manda beijokitas e borboletas para Lívia :) sabe que borboleta tem a ver com alma né?!!! eu acho a coisa mais linda *-*
Quantos anos sua filhoquita tem?? :D
bjokitas e borboletas para as duas!!!!
/o/

Vera Lúcia Duarte disse...

Ei Catita,
Me deu uma vontade irresistível de dançar agarradinho, nesta tenperatura censurada.
Bitokinhas.

helio.rocca disse...

Uma beleza em forma e embalada por versos, amiga. Parabéns!

vanessa cony disse...

Cátia,vim retribuir seu carinho...
Vim tb te trazer meu novo endereço.
achoqueestoureflexionando.wordpress.com.
Beijo no coração.

Jorge Nectan disse...

A nossa vida é uma dança, cujo ritmo é ditado pela maneira de cada um ser.
Que saibamos dançar da melhor maneira que sabemos e fazer da nossa vida uma alegria só!!!

Beijo, Coração

Bergilde Croce disse...

Oi Cátia,
Só o amor é capaz de permitir essa liberdade que ao mesmo tempo prende aquele que ama,linda poesia parabéns!!!
Abraços,

Só pra você disse...

Oi querida Cat, tudo bem? Saudades de você. Que lindo poema, esse que dá uma vontade louca de dançar ao som do amor, essa dança que junta todas as emoções, tem saber de cumplicidade. Eu sempre gosto dos teus poemas. Ontem meu dia foi tão corridinho que só terminei quase as 02:00 da manhã. Mas eu não esqueço de passar, eu vim e li a tua poesia, só não deu para postar comentário. Agora vou na outra que vc escreveu, te encontro lá!

Beijocas

Kiro Menezes disse...

Dança da vida! Lindo demais Catita ♥

Raquel Amarante disse...

Belo incastO!

Tatiana Kielberman disse...

Hummmm... nem precisa de censura!

Com esses versos lindos, sejamos livres, leves e soltas...

Beijo gigante!