28 maio 2011

Dados...









Dado a vida,
Dado a morte,
O que são seus dados sem verdades
Alcunhas de um rabisco de existência...
Dado a lida
Dado a sorte
Traça um caminho a flores póstumas
Arca repleta de iguarias
Veste a alma do domínio
Em dardo momento arremessado deu a sina
Traçou um destino!
Sucumbiu!







31 comentários:

Leonardo B. disse...

[e o mundo reinventado a cada dia, dentro da palavra que nos veste, acontece fez luz e sombra, em nós]

um imenso abraço, Catia

Leonardo B.

Ma Ferreira disse...

Bommmm dia!!!

Amanheco com este seu lindo poema a me espera.

Somos dados a tantas coisas, nos dividimos em tantos papeis que as vezes nos perdemos... e a vida passa..
Viver a cada dia..sem dardos e sem tantos dados..
Mais simplicidade e menos complicacao..
Seriamos muito mais felizes...

Desculpe a falta de acento. Nao sei colocar neste pc..
bjkas..aproveita teu sabado!
Ma

нєllєи Cαяoliиє disse...

Ahh,
tem coisa melhor que viver a vida sem dados e dardos?
somente tal como ela é,intensa e bonita quando a enxergamos!
Lindo viu?
beijos,Cá!

Anne M. Moor disse...

Esses dardos certeiros vez por outra nos trazem problemas!!!! Lindo poema Cátia.

beijos
Anne

Paulo Francisco disse...

E somos nós mesmos na dualidade do dia...
Um beijo grande

Só pra você disse...

Bom dia querida!
Hoje o programa do blog está terrivel para postar, nem meus seguidores eu consigo visualizar. Tomara que este eu consiga. Lindo meu bem, já me sinto renovada com esse poema, vc é incrível.
Muitos beijos de bom dia para vc e sua familia. Hoje eu postei um poema de Cecilia Meireles, confira!

Beijocas

A.S. disse...

Catia,

Deixo-te o meu beijOOO...

AL

silvioafonso disse...

.

Saudade não mata. Pode fazer
de quem sente, um moribundo
como eu...

silvioafonso






.

Tarsila Aroucha disse...

obrigada querida, aqui tbm é tudo muito lindo! :D

✿ chica disse...

Muito lindo,Catia! Desejo que seja assim o teu fds, mesmo com friozinho, muito legal! beijos,chica

Nilson Barcelli disse...

A vida e a morte são duas faces do mesmo dado...
Excelente poema, gostei imenso.
Querida amiga Catia, bom fim de semana.
Beijos.

Su disse...

Oi Cátia, não estava conseguindo postar meu comentário aqui...

eu dizia no anterior que tudo é lindo em suas poesias... são de uma profundidade que me fazem refletir em cada verso, cada palavra tão poetisada...

Obrigada pelo carinho no meu cantinho... fico feliz quando te encontro por lá...

Beijos e um lindo sábado... (espero que receba esse post...)

Su (educacaoinfantil-su.blogspot.com)

Imac by Artes disse...

Catia! Que prazer recebê-la em meu cantinho. Quanto a areia até hoje estou cuidando para protegê-la sem tirar-lhe a liberdade. Como é difícil!
Abraços e um final de semana abençoado pra ti.

Helena Chiarello disse...

Poema forte, bonito e inquietante. Interessantíssimo o jogo de palavras e intenções...
Gostei, Catia!
Bom estar aqui!
Um beijo grandão procê!

Imac by Artes disse...

Catia! Passando para conhecê-la,
amei tudo que encontrei.Parabéns lindo poema!
Fiquei super feliz em encontrá-la em meu cantinho. Quanto a areia (amor)Ufa!!! há quarenta e seis anos estou tentando segurá-lo de forma certa...Acredite ainda estou aprendendo.
Abraços e um lindo final de semana.

Vera Lúcia Duarte disse...

Colocação interessante.
Bem criativo seu poema.
Excelente fim de semana para você.
Bitoca.

Poeta Insano disse...

Olá Catia...
Dado a Vida ou dado a morte,
vale sempre viver da verdade,
saber viver e aceitar também morrer.

Cada dia você está mais complexa
em suas poesias, nos dando opções
para interpretá-las, até mesmo de acordo com o momento em que vivemos. E isso é muito bom, um despertar...

Um abraço! E bom fim de semana!

Lorrayne disse...

Dado a lida
Dado a sorte...


Que lindo Cat!

s2

MARILENE disse...

O importante não está no jogo, mas no acerto. Que o dardo sempre vá onde o direciona.

Bjs.

Will disse...

Tudo bem Catita, tirando o frio?
Espero que sim.

Como sempre, brincas com as palavras como uma criança brincando de ciranda com suas bonecas. Um encanto!

Algumas pessoas acreditam que a vida joga dados com o verbo dar. Eu não, acredito que "Dado a vida,/
Dado a morte,/ ... /, Dado a lida,/ Dado a sorte" quem lança os dados somos nós.

Abç sabático, com carinho.

ONG ALERTA disse...

Tudo tem sem dado...momento, beijo Lisette.

ArcadoAutoConhecimento disse...

Perfeito. Beijos e ótimo domingo.

Marly Bastos in "palavreados ao vento" disse...

Somos dados a entregar nossos destinos facilmente, em favor desses dados que nos lançam a sorte.
Adorei Catia.
Beijokas e um domingo cheio de paz e amor pra você.

Beatriz Amorim disse...

Adorei o jogo de palavras, Catia! :)
E quem brinca com a vida tá perdendo é tempo! Os dados estão em nossas mãos!

Um beijo e um maravilhoso fim de semana!

Amanda disse...

Gostei muito Cátia!
Eu estou lendo "Senhora" de José de Alencar,não por opção,mas porque preciso ler,pra um trabalho de escola,hehe...e num "dado" capítulo vi a palavra Catita,e lá embaixo,no rodapé,o significado...Bonita,elegante...Eu lembrei logo de como vc assina os comentários e corri aqui pra te contar!
Hehehe...Beijos Catita,e bom final de semana.

Tatiana Kielberman disse...

E, entre dados e dardos, vamos nos constituindo!!

Lindo, querida!

Beijo grande pra você!

F.H.Canata disse...

Olá Catia!

Na ambiguidade das palavras deste poema, encontramo-nos em uma conturbada mistura de sentimentos. Ora retalhado, ora certeiro!

E quando o destino nos for adverso, nós poetas, passaremos a viver do acaso!


Bjs Imensos!

Canata

silvioafonso disse...

.

O amor que eu trago no
peito joga a roleta-
russa como o filho de
Guilherme Tell com a maçã
na cabeça. Pois que errem
os que se candidataram
arremessar os dardos se a
sorte a eles não é amiga
verdadeira...

silvioafonso





.

Meire disse...

Catita,
E tudo depende de olhar dado ao lado dado a outro lado!
Profundo!!!
bom fim de semana flor...bjo gigante!

Van disse...

Nossa que lindo Catia.

seus dardos me acertaram em cheio com este poema. Perfeito para o meu momento.

Beijos!

Acácia Azevedo Studio Pottery disse...

Belo, e os dados foram jogados na forma de versos! Parabéns e obrigada por seguir meu modesto blog. Bjs! A.