13 março 2011

Admirações na Lua Cheia

A Lua Cheia enfeita o céu e enche a alma do poeta de sonhos,
Sonhos as vezes cruéis
Quem me dera saber de outrém,
Na quimera sem fim do além,
Os astros se encontram em luzes e cores,
Nós nos amamos em janelas e sabores...
O impio quer sempre mais
O impuro só quer sujar-se
Enquanto o digno quer iluminar-se
Com galhardia e sem medo! 

5 comentários:

Janaína Pupo disse...

Lindo o seu cantinho.
Beijos, flor.

Fabiola Neves disse...

A lua me traz ótimas recordações.
Beijinhos

Idéias de uma mente inquietante disse...

oi linda!retribuindo a visita e ja estou te seguindo!
eu sempre amei poesias!!!!
acho que o poeta transmite aquilo que vai na nossa alma..
sempre adorei escrever crônicas e poemas..
beijos

Janaína Pupo disse...

Nossa, que lindo, adorei flor.
Beijos.

Artes e escritas disse...

A Lua traz muitas energias e influencia as marés. Bela reflexão. Abraços. Yayá.